Santos Padres

A Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia possuiu vários santos ilustres, cujas vidas e obras tiveram uma enorme influência não só na tradição siríaca, mas em toda a cristandade. A rica herança litúrgica da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia é apenas um de seus legados.

Estudiosos da Igreja, como Mor Yacob de Edessa (São Tiago de Edessa), Jorge, o bispo dos árabes, e Moisés Bar Kepha desempenharam um importante papel na transmissão de conhecimentos gregos para o mundo árabe, assim como numerosos autores sirian ortodoxos também registraram contas historiográficas. Entre eles estão obras como:

1 – História Eclesiástica de João de Éfeso;
2 – Crônicas de Yacob de Edessa:
3 – Crônicas de Zuqnin (erroneamente atribuídas ao Patriarca Dionísio de Tel-Mahre);
4 – Crônicas do Patriarca Mikhayel Rabo, o cronógrafo;
5 – História Eclesiástica do Maphryono Gregorius Bar `Ebroyo.

Da mesma forma que veneramos homens e mulheres santos que viveram nos primeiros séculos e que são igualmente venerados por outras Igrejas, como os apóstolos, patriarcas, a Virgem Maria Mãe de Deus, também possuímos uma série de homens e mulheres santos pertencentes à tradição siríaca, cuja memória somente nossa Igreja comemora. A Igreja nunca desenvolveu um processo formal para proclamar alguém como santo. O que temos é uma pessoa santa que publicamente foi reconhecida como tal e é aclamada como tal de forma popular. Com o tempo a memória desse santo passa a ser lembrada nas liturgias locais e, posteriormente, é generalizada e reconhecida oficialmente pela Igreja.

Em breve disponibilizaremos aqui a biografia de nossas principais santos da tradição siríaca, bem como traduções de textos, sermões, livros etc.

Anúncios