Patriarcado de Antioquia

patriarcado
Mosteiro e Seminário Teológico de Santo Efrém, atual residência patriarcal – Damasco – Síria

“No quarto ano após a ascensão de Jesus Cristo, São Pedro proclamou a palavra de Deus em Antioquia, a grande capital, e tornou-se seu primeiro bispo” […] “Inácio tornou-se famoso e foi escolhido para ser o bispo de Antioquia e sucessor de São Pedro” – Eusébio de Cesaréia (+340 d.C.)

O primeiro bispo de Antioquia foi São Pedro, que estabeleceu uma igreja em Antioquia no ano de 37 d.C., não há dúvidas disso nem entre os teólogos e historiadores ocidentais ou orientais modernos, nem mesmo entre os dos primeiros séculos. Dada a antiguidade do bispado de Antioquia e da importância da Igreja na cidade de Antioquia, que era uma cidade comercialmente significativa na parte oriental do Império Romano, o Sínodo de Nicéia (325 d.C.) reconheceu o bispado de Antioquia como um Patriarcado, juntamente com os bispados de Roma, Alexandria e Jerusalém, concedendo autoridade para a Igreja de Antioquia e todo o Oriente sob o Patriarca .

A sede da Sé de Antioquia manteve-se em Antioquia até 518 d.C. Por conta das muitas reviravoltas históricas e dificuldades consequentes que a Igreja foi forçada a submeter-se, ela foi transferida para diferentes mosteiros da Mesopotâmia. No século XIII, estabeleceu-se no mosteiro de Deir Al-Zaafran, perto de Mardin, na Turquia. Ficou até 1959, quando foi transferida para Damasco, na Síria, após passar por Homs, também na Síria, durante o reinado do Patriarca Mor Ignatius Efrém I Barsoum.

11537609_831453866945933_7386891513941270083_o
Santo Sínodo da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia – junho de 2015

O pontífice da Sé de Antioquia sempre teve uma posição de destaque na Igreja. O Patriarcado e sua autoridade religiosa se ​​estendia do Mar grego no Ocidente até o final da Pérsia e da Índia no Oriente, e da fronteira da Ásia Menor até as fronteiras da Palestina no sul.

O título do Patriarca é “Sua Santidade Moran Mor Inácio, Patriarca de Antioquia e todo o Oriente e do Chefe Supremo da Igreja Sirian Ortodoxa Universal”. Suas prerrogativas religiosas incluem a instalação do Cathólicos, a consagração dos bispos legalmente eleitos e a consagração do óleo do crisma, desde que pelo menos dois bispos estejam presentes com ele para a cerimônia. Ele também tem o poder de convocar sínodos universais e outros sínodos dos quais ele é o presidente. Ele não pode ser deposto a menos que introduza alguma heresia na fé da Igreja Ortodoxa, ratificada pelos três Concílios Ecumênicos de Niceia, Constantinopla e Éfeso e os ensinamentos dos Santos Padres, ou desvie-se das leis canônicas, ou sofra de transtorno mental ou tiver cometido falta grave.

A Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia é atualmente composta por 29 dioceses, fora as da Índia, espalhadas em diferentes partes do mundo. Cada diocese tem um bispo que administra seus assuntos espirituais, ordena seus sacerdotes, monges e diáconos, altares, igrejas e consagra o óleo sagrado para o batismo (e não p “miron”, o crisma) codificado por leis para o seu bem-estar. Cada diocese tem um conselho eclesiástico e um conselho de leigos para ajudar o bispo em sua administração.

O escritório patriarcal está atualmente em Bab Tuma , Damasco, capital da Síria. O patriarca reside no Mosteiro de Santo Efrém em Ma `arat Saydnaya, à cerca de 25 quilômetros ao norte de Damasco.


Referências:

 ZAKKA, Inácio. Um olhar sobre a Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia. Damasco, 2008.

Margoneetho – Syriac Orthodox Resources. Disponível em: http://sor.cua.edu/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s